Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Morre aos 82 anos o cantor Amambai, ícone da música sertaneja

O cantor Amambai, que fez dupla com Amambaí, morreu nesta quarta-feira (4), aos 82 anos, em Mato Grosso do Sul.

Amabai fez grande sucesso na música sertaneja ao lado do seu parceiro Amambaí, que morreu em 2018, morreu vítima de um infarto fulminante. A morte do cantor foi confirmada por amigos do sertanejo através das redes sociais.

“É com profundo sentimento que comunicamos o falecimento do querido cantor Amambai. Nos deixou nesta manhã de 4ª feira e foi juntar-se aos companheiros de arte: Amambaí – Zé Corrêa e Dino Rocha. Que Deus em sua infinita bondade o receba no Reino da Glória“, diz a postagem.

Amambai nasceu na cidade de Bela Vista, em 1940, e fez sucesso com a dupla na década de 1970. O companheiro de estrada, Amambaí, faleceu em 2018, mas a dupla já estava separada na época.
Amambai, que tem nome de batismo de Ermídio Umar,iniciou sua carreira na música cedo, tendo formado sua primeira dupla, chamanada Campanha e Corumbá, em 1947, aos 10 anos de idade.

Mas foi na década de 60 que formou a dupla que virou um dos ícones da música sertaneja e do chamamé no Estado. Eles se conheceram em uma festa de casamento e formaram a dupla.

O reconhecimento e início da carreira de sucesso veio quando a dupla gravou uma participação no disco do acordeonista Zé Corrêa. Com o sucesso da música gravada, eles foram convidados a gravar um disco na formação de trio. O primeiro chamamé em castelhano gravado no Brasil foi pela dupla Amambay e Amambaí, que tem mais de 15 discos gravados.

Amambaí deixa a esposa e dois filhos.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Separação de duplas sertanejas causa trauma entre os fãs
Saiba quais são os maiores cachês sertanejos do Brasil em 2022
Deixe seu comentário

No Ar: Night 104