Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Motivo da briga entre Cristiano Araújo e Gusttavo Lima vem à tona: “Morreu sem perdoar”

Cristiano Araújo morreu brigado com Gusttavo Lima e agora um compositor revelou tudo por trás do desentendimento entre os sertanejos. Cristiano Araújo e Gusttavo Lima eram os dois maiores nomes da música sertaneja em 2015, quando o intérprete de “Maus Bocados” morreu aos 29 anos em um acidente trágico de trânsito, junto de sua namorada Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19 anos. O veículo (Range Rover) recém adquirido por Cristiano era conduzido pelo motorista e estava a 179 Km/h.

No entanto, muita gente não sabe que Cristiano Araújo morreu brigado com Gusttavo Lima, e por muitos anos os motivos dessa briga nunca foram revelados ao público, mas recentemente o compositor Bigair Di Jayme revelou ao programa Balanço Geral que os sertanejos se desentenderam por causa da música “Mente Pra Mim“. Na ocasião, o compositor alega ter escrito a música e encaminhado para ambos os sertanejos (prática comum entre compositores que desejam vender suas obras), e Cristiano Araújo acabou segurando a composição primeiro. Nesse tempo, Gusttavo Lima se interessou pelo produto e pediu para gravar a música, mas foi informado de que o ‘concorrente’ já teria a pegado.

Dessa forma, Gusttavo Lima se enfureceu e acabou a gravando ilegalmente, inclusive soltando a sua versão na internet, eenquanto Cristiano Araújo, que tinha a liberação, a gravou no seu DVD. Bigair ainda afirmou que Gusttavo Lima teria tentado agredi-lo, alegando que a música era sua. Tal situação teria deixado Cristiano Araújo chateado, que também queria partir para cima de Gusttavo Lima, mas foi segurado pelo compositor. O desfecho dessa história não foi dos melhores e Cristiano morreu sem fazer as pazes com Gusttavo.

Mais recentemente, o empresário Rafael Vanucci, em entrevista ao canal Prosa Sertaneja, revelou que a briga teria acontecido via redes sociais, mas que sabe o motivo concreto para o estranhamento dos sertanejos:
“Eles tiveram uma discussão por WhatsApp. Mas nunca foram inimigos. Lembro que tivemos um encontro dos dois e vários artistas, que eu estava, e eles não se falaram. Acho que quando o Cris partiu, não me lembro de eles terem feito as pazes, não chegaram a conversar“, disse. “Eram dois artistas jovens buscando o seu espaço constantemente. Aí o Gustavo brilhava sozinho naquele meio solo e chegou o Cristiano… Os dois eram concorrentes, mas nem por isso, um competia com o outro. Isso se tornou uma proporção muito maior do que era”, finalizou.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Após briga judicial, compositor de “Pense em Mim”é internado e pede ajuda a Leonardo
Apresentador detona Felipe Araújo e escancara a verdade: “Sem Cristiano Araújo ele não existiria”
Deixe seu comentário

No Ar: Ladaia da 104