Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Luiza, ex-dupla de Maurílio, tem briga milionária com empresário na Justiça

Luiza Martins, que formava dupla com Maurílio, – morto em dezembro de 2021 após ser diagnosticado com tromboembolismo pulmonar – trava uma briga na Justiça sobre a rescisão de exclusividade contratual e de agenciamento artístico com o escritório Workshow e o empresário Wander de Oliveira. O processo está na 20ª Vara Cível da Comarca de Goiânia e inclui, entre os documentos, o contrato celebrado entre Luiza e a Workshow em 2017, com previsão de multa rescisória que pode chegar a R$ 30 milhões. Ela alega que não rescindiu de forma unilateral, que Wander de Oliveira descumpriu cláusulas e que houve “desentendimento contratual”.

A primeira audiência de conciliação já tem data para acontecer: 29 de agosto. No entanto, Luiza já teve uma primeira vitória: o juiz Éder Jorge concedeu à sertaneja uma tutela de urgência exigindo que sua imagem não seja mais divulgada pelo escritório artístico, sob pena de multa que pode ir de R$ 25 mil a R$ 500 mil, dependendo da citação e dos prejuízos. A liminar, concedida no dia 24 de junho, também proíbe que a Workshow cite Luiza na intenção de falar sobre sua carreira ou de prejudicar sua imagem. Na liminar com a decisão da tutela de urgência, a que Splash teve acesso, Luiza justifica que Wander de Oliveira e Workshow seguem divulgando sua imagem mesmo após um pedido para não haja mais agendamentos de shows e um rompimento contratual.

A cantora afirma que é prejudicada financeiramente ao ser anunciada por um escritório que não cuida mais de sua carreira. Ainda no documento, Luiza reafirma que houve desacordos promovidos por Wander de Oliveira e descumprimento contratual por parte dele. Já o empresário alega que a sertaneja “celebrou inúmeros contratos de publicidade individualmente, sem prévia comunicação”. Tampouco lançou os valores recebidos destes contratos no empreendimento artístico, agindo, mais uma vez, em contrariedade do agenciamento firmado com seu empresário”. Luiza ainda pede que Wander de Oliveira preste contas sobre seus recebimentos relacionados a ela e Maurílio durante o período de contrato.

 

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Saiba quais são os maiores cachês sertanejos do Brasil em 2022
Fernando Zor detona Simone e Simaria, diz que irmãs não cantam sertanejo e gera polêmica
Deixe seu comentário

No Ar: Night 104